Páginas

26 de out de 2012

De Cascavel - PR...


Maga, Maga, Maga...

            E essa vida que parece tão injusta com nós nos colocando em uma distância tremenda? Mas parando pra analisar todos os pontos, eu não acho que seja tão injusta assim.

            Por que não?

            Se não fosse toda essa distância, acho que não teríamos tanto apego um com o outro, tanto carinho e tanta vontade de se encontrar (porque conhecer você é algo que eu quero E MUITO em minha vida).

            Acho que se não fosse pela distância, não teria toda essa emoção de estar escrevendo esta carta online.

            Me lembro uma vez de você ter comentando comigo sobre não curtir a parada de aniversário e toda esta “parafernália”. Foi engraçado porque eu tinha pedido sua data de aniversário pra quando chegasse o dia estar lá eu, fazendo toda a festa do mundo, mas acho que isto ficou a encargo de outra pessoa.

            Desde o dia em que saiu o vídeo do meu aniversário e você me ofereceu “Nothing Else Matters”, nunca mais escutei ela da mesma forma como antes. É ela começar a tocar que logo me lembro de você. “So close, no matter how far”. Acho que isso resume muita coisa.

            Confesso que peguei o violão, parei na frente da câmera e tentei me gravar tocando e cantando pra você esta música, mas infelizmente não consegui. Gostaria muito de poder te dar isso de presente, mas foi algo que infelizmente não consegui.

            Apesar de não ter conseguido gravar, cada estrofe tem uma frase que simplesmente demonstra nossa amizade e, por não ter gravado, vou estar fazendo esta “análise” aqui.

“So close, no matter how far. Couldn’t be more from the heart”. A distância simplesmente não foi um empecilho para nossa amizade, nossa confiança, nossa cumplicidade!

“Never opened myself this way”. Quantas conversas nós tivemos que só você vai saber o que rolou?

“Trust I seek and I found in you”. Quantas vezes eu precisei de alguém e logo fui atrás de você? (tudo bem que não tem sido tão frequente mais, porém me marcou bastante).

            É Maga (que logo quando te conheci nunca me lembrava de seu apelido hahaha), aqui estamos nós e você completando mais um ano de vida. Deve estar sendo dolorido por causa de muitos fatores (que você já contou), mas esqueça de tudo isto que te desanima, pelo menos por hoje. É um dia tão especial! Um marco de que você nasceu. Que você está aqui, rodeada de pessoas muito queridas e que te querem muito bem, que estão lutando junto com você, não importando a distância.

            Torço e anseio por tudo de bom. Por toda aquela “clichezada” que é dita no dia de aniversário.

            Estou aqui pra somar forças contigo minha querida.

            Um grande beijo pra ti,
Alou :** ♥


Nenhum comentário:

Postar um comentário