Páginas

26 de out de 2013

E lá vamos nós...

... outra vez, te alegrar, te animar, não importando se é a distância que nos separa.

     É tão engraçado tirar as palavras da mente e poder oferecer alguém, especialmente se ela vem em um formato que lembre a saudosa e velha carta. Você começa em certo ponto sem ideia alguma mas, no final, as palavras vão fluindo da forma mais natural possível (claro que no computador você pode usar do backspace pra apagar algum errinho hehe).

     Nessa última sequência de meses dei uma afastada geral de grande parte de pessoas que tenho como queridas. Claro que em um momento ou outro sempre acabava entrando em contato mas apenas de forma rápida. Não queria que isso acontecesse mas você acabou sendo uma delas.

     Apesar desse afastamento, você se mostrou presente em momentos críticos da minha vida. Uma delas em que quase estive num relacionamento e você deu todo incentivo, me aconselhou, cobrou respostas que eu deixei em branco; de outro lado, quando meu primo sofreu o acidente e veio a falecer. Apesar de um período de silêncio, esteve ao meu lado demonstrando carinho e apoio não só para mim como também para toda minha família. Isso foi muito importante pra mim!

     Me sinto muitas vezes como um ogro, não sabendo retribuir de maneira igual tanta parceira, tanto carinho!! Mas sei que, na medida do possível, uma mensagem aqui, um cutucar ali, uma foto de coruja dali, uma música acolá (sim, sempre que toca Nothing Else Matters é em você que penso) que vão fortalecendo esse carinho, cumplicidade e amizade entre nós.

     Que venha mais um ano dessas parcerias!!

   Te desejo o melhor. Que as lutas, por mais pesadas que sejam, possam te retribuir com um sorriso de vitória. Que as crises emocionais sejam superadas e tragam conforto. Que cada dia possa ser repleto de amigos dando apoio e te ajudando a manter em pé, sem vacilar ou fugir da sua rota.

     Feliz aniversário, querida Maga!
     Beijos e pães-de-queijo mineiros ;*
Alou

Nenhum comentário:

Postar um comentário