Páginas

26 de out de 2012


Ontem o apagão começou no exato momento em que eu começava a escrever algo com a intenção de homenageá-la. Lembrei-me de outro apagão que ocorreu há alguns anos e de como todos falaram sobre como o céu havia ficado belíssimo durante aquelas horas. Deitei-me na varanda e comecei a observar a dança aparente que as nuvens e as estrelas faziam Estava lindo de fato. Creio que o universo tenha sentido o quão especial seria a data que se seguia e decidiu homenageá-la também, apagando as luzes em vários estados para que você pudesse apreciar com mais clareza a dança dos astros.
Então o que eu quero te desejar hoje e sempre é que você jamais perca essa sensibilidade que transborda na sua pessoa. Sensibilidade que permite que você aprecie as melhores e mais simples coisas da vida, mas que também faz com que você se machuque, infelizmente. Espero que sua sensibilidade atinja a todos que a rodeiam e que assim você se machuque a cada dia menos. Espero que a dança dos astros ilumine sua vida e deixe tudo mais belo todos os dias, mesmo quando as luzes estiverem acesas. 
Espero que você seja muito feliz.

Bruna Borges.

Nenhum comentário:

Postar um comentário