Páginas

21 de out de 2012

Minha musa baiana, tenho por ti uma admiração enorme, um carinho digno de uma amizade de infância, minha empatia contigo foi de primeira. A memória não me falha em casos como o seu. Lembro da madrugada que você proferiu a frase que me fez rir por dias, das histórias que me contou, você me fazia rir, me faz ainda. "Baêa, minha porra!". A frase gerará gargalhadas sempre que lida e pensada. Foi nosso primeiro contato. E você merece todos os risos sinceros, sorrisos, merece sim, todas as alegrias e sutilezas da vida. Desejo-te a brisa mais fresca e leve, os dias invernosos cheios de delícias, pois sei que tu gostas muito deles. Desejo que na tua vida, tu encontres muitos que tenham a mesma lealdade que tens em ti! Você merece todo o amor do universo, toda a felicidade que há, toda a lealdade. É do teu merecimento tudo que faça bem a alma. 

"Gostaria de te desejar tantas coisas
Mas nada seria suficiente
Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos
Desejos grandes
E que eles possam te mover a cada minuto, ao rumo da sua felicidade!".

Que este dia seja cheio de amor, sutileza, abraços apertados, desejos sinceros. Que a chegada deste novo ciclo te traga mais sabedoria para seguir caminhando. E lembre-se, "Preta Pretinha. Guria, Ô menina, com esse mini-planeta íris marejado, se chorar beba a lágrima".


                                                                                          Vanessa Fontenele Magalhães.

Nenhum comentário:

Postar um comentário